A representatividade ficticia…

19nov10

A juventude de partidos na usp segue um caminho curioso, eles se fazem de pobres, se vestem como pobres, anda como pobres, mas na hora de ir embora voltam de carro para suas familias de classe media alta….

mentira?? ja viu alguma festa de partido politico no emerlino matarazzo, no rio pequeno, no capão redondo ou na brasilandia??

eles representam uma sociedade que não sabe que eles fazem isso: “nós queremos uma universidade publica, defendemos o direito a educação de qualidade para todos”, mas mantemos a distancia do todo, pois eles não tem consciencia politica…

será????

será que eles não evitam esse tipo de pratica do ME e isso é uma baita posicionamento politico…, será que a apatia não é uma indiferença a essas praticas de representatividade e de trazer o estudante distante para o moviemnto????

foda…

pensei isso ontem conversando com uma pessoa….

PS: Isso era um post pro facebook, mas ficou muito grande….

Bjos

Fer Zolé

Anúncios


4 Responses to “A representatividade ficticia…”

  1. 1 Deborah

    cada vez mais eu chego a conclusão (que deveria ser obvia faz tempo) que os partidos políticos na usp não estão ali pra mudar porra nenhuma, muito pelo contrario, tao ali construindo palanque político pra sair e fazer a mesma coisa la fora, até conseguir um cargo e ganhar a vida assim. ou tem aqueles que vão sair da faculdade com um monte de abadá e foto pra mostrar pro filho como ele era revolucionário na faculdade. se pa existem exceções, mas pra mim a lógica é essa.a pseudo luta se torna mais importante que a mudança em si

    • 2 Deborah

      e acho que é por isso que não cria representatividade, pq o interesse não é esse

  2. 3 Taís

    o barato é óbvio, mas a gente custa a acreditar… acho que é isso.. porque chega a ser indigno…. e com questões como essa que a gente percebe essas coisas de modo explícito – como na greve de 2009, o recuo do pstu num primeiro momento pra chamar greve ou agora com a coisa das punições…. foda..

    • 4 fecruz

      indigno, acho que eles se preparam como a deh falou…

      é tenso pensar porque fingir uma representatividade onde não existe, e ano passado na greve um cara falou isso: “moro na periferia, mo sacrificio pra entrar nessa faculdade, agora voce que vem pra ca de carro fala que eu tenho que me preocupar com os outros? onde vc tava qnd eu tava tentando passar? ” e todo mundo ficou de boca aberta…

      antes eu acreditava que era involuntario, depois de tudo que vi, tenho minhas duvidas…..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: